Project Description

Um espaço amplo. Argila no centro.
Os intérpretes olham atentamente para ela.
O que fazer com a argila?
Qualquer toque irá transformar a argila numa qualquer outra coisa que não voltará a recuperar a sua forma inicial.

A argila começa a girar.
O palco é, de repente, uma grande roda de oleiro.
O corpo dos intérpretes, as mãos dele.
A argila gira cada vez com mais velocidade. Agora, qualquer tentativa de manipulação, será inevitavelmente uma dança entre o corpo e a matéria.

A matéria não terá uma forma escultórica acabada.
A rotação circular da roda não terá fim.
O movimento dos intérpretes também não.

 

Encenação e Cocriação:  Bruno Martins

Interpretação e Cocriação: André Araújo, Ariana Silva, Cláudia Berkeley

Cenografia: Colectivo Monte

Desenho de Luz: Valter Alves

Direção e Composição Musical: Rui Souza

Direção de Produção: Marta Lima

Assistência de Produção: Raquel Passos

Técnico de Som: Filipe Cardu

Fotografia:  Paulo Pimenta

Coprodução: Teatro da Didascália, Centro de Arte de Ovar

 

O Teatro da Didascália é uma entidade financiada pelo Ministério da Cultura – Direção-Geral das Artes.