Contos d’Avó- 2014

Loading...

E é assim! : enquanto o Diabo esfregava o olho, passou-se um ano e cá estamos, novamente, em tempos de Contos d’Avó.

Um festival de narração onde os protagonistas são os anfitriões e os seus convidados. Um festival onde todos queremos ouvir e todos queremos contar. Sem vaidades e sem peneiras, queremos comunicar através da tradição oral. Este ano, o festival apresenta algumas novidades, sempre na senda da procura por um evento cada vez melhor, cada vez mais profícuo, cada vez mais nosso.

Assim, esta segunda edição seria uma espécie de fraude se não partilhássemos convosco alguns dos talentos narrativos que encontrámos o ano passado. Temos, assim, o prazer de vos apresentar, logo na sessão de abertura, alguns contadores locais, informantes riquíssimos, que partilharão – agora na qualidade de convidados especiais – um pouco do seu espólio oral.

No que diz respeito aos contadores profissionais que trazemos este ano, estes são, mais uma vez, escolhidos a dedo. Para este formato específico, já se sabe, necessitamos de contadores com determinado perfil. As surpresas ficam para depois, mas podemos adiantar que são contadores que dão vontade de contar!

Mas olhai, que ainda há mais! Uma das conclusões a que chegámos o ano passado foi que, afinal, não só ainda há quem conte, como ainda há sítios onde as pessoas se encontram e contam: histórias, anedotas, casos reais, adivinhas… Como é óbvio, não só não podíamos ficar indiferentes a isso, como ficámos logo cheios de vontade de nos juntarmos à festa! E não é que conseguimos? Ah, pois é! Este ano, para nossa e vossa delícia, juntámos ao programa duas sessões em locais públicos, onde este tipo de encontros acontece. A não perder!

Outra novidade é a extensão dos Contos d’Avó à Rota do Românico. Com algumas diferenças relativamente às sessões em Famalicão, nomeadamente os espaços onde ocorrerão, os contos também andarão por terras e montes do vale do Sousa, Tâmega e Douro.

Finalmente, queremos finalizar esta segunda edição da forma o mais festiva possível. Na sessão de encerramento da primeira edição, tivemos casa e barriga cheia! Ou seja: uma casa cheia de vontade de contar. Nós, contadores, fomos relegados para segundo plano, enquanto o público tomava de assalto a sessão e se apropriava daquilo que, na verdade, foi sempre seu. Magnífico! Sorrisos abertos, ouvidos escancarados e mais contos que tempo. Uma noite daquelas! Queremos mais!

É por isso que, este ano, queremos fazer uma festarola de arromba, para fechar este evento tão mágico e tão enriquecedor como ele merece. Vamos ter contos, vamos ter música, vamos ter contadores, tocadores e bailadores! Vamos celebrar, juntos, o prazer de arregaçar as mangas e construir algo em conjunto.

Temos a certeza de que se vão juntar a nós!

Patrícia Amaral (Tixa)

* A autora deste texto recusa veementemente a utilização do AO91

 

Seguir semeando…

Foi com os “Contos d’Avó” em 2013 que iniciámos este processo de diálogo, que se pretende contínuo, entre o Teatro da Didascália, o espaço público e a comunidade local de V. N. de Famalicão. Mais recentemente, através do festival “Vaudeville Rendez-Vous”, para além da relação óbvia deste festival com o espaço público, decidimos fomentar uma série de parcerias com os agentes artísticos locais, reunindo esforços, numa tentativa de repensar em conjunto sobre a arte e o seu relacionamento com o espaço público e a comunidade, e o que de novo há para fazer.

Agora, um ano depois da primeira iniciativa, voltamos. Não para a repetir, não para cumprir um qualquer calendário que não existe. Antes para colher o que semeámos na primeira edição e semear de novo. Por isso, este ano contamos também com a sabedoria dos contadores locais que fomos encontrando pelo caminho, contamos com aqueles que nos emprestam a sua memória, que é simultaneamente nossa, contamos com as nossas avós e com as avós dos outros também, contamos com as tascas, associações, contamos com novas instituições e até monumentos com histórias para contar… Contamos, porque não conseguimos deixar de contar. E porque sabemos que conta connosco, nós também contamos consigo! Enfim, seguimos semeando, seguimos contando…

Bruno Martins

 

Direção Artística / Ideia original e Coordenação Geral
Bruno Martins

Coordenação e Programação
Patrícia Amaral

Produção
Cláudia Berkeley

Direção Técnica
Valter Alves

Design Gráfico
Rui Verde

Video resumo

Programação 2014