Project Description

MUSEU DA EXISTÊNCIA . Amarelo Silvestre

18 e 19 de maio . 18h00 e 21h30 . no FAUNA

Um homem, Senhor Melo, decidiu construir um Museu com objetos que as pessoas fazem existir. Se não fosse o valor que as pessoas lhes atribuem, esses objetos não existiam, diz ele.

Assim, existe o chapéu salva-vida, o pão torrado que alimentou um amor clandestino, a aliança da revolução que acabou com a guerra e a boneca que não se pode partir e a borracha que não se pode gastar. E o frasquinho de que é melhor não falar (é mais fácil se lerem a história – as histórias dos objectos estão escritas).

É isso o Museu da Existência.

O Senhor Melo cita as suas próprias inspirações para a construção desta casa: o “Museu da Inocência”, livro do escritor turco Orhan Pamuk que conta a história de um homem – Kemal, assim se chama ele – que construiu um museu, também intitulado Museu da Inocência, que pode ser visitado em Istambul, na Turquia; e “Um Modesto Manifesto para Museus”, do mesmo autor. Orhan Pamuk, Prémio Nobel da Literatura 2006, advoga que o futuro dos museus é dentro das nossas casas.

É isso o Museu da Existência. Uma casa. Com pessoas e objetos. É isso uma casa. O Museu da Existência.

A coleção do Museu da Existência a apresentar no FAUNA, em Joane, terá objetos de pessoas da comunidade local.

Ficha Técnica

Direção artística Fernando Giestas e Rafaela Santos . Dramaturgia Fernando Giestas . Encenação Rafaela Santos . Interpretação Ricardo Vaz Trindade . Conceção plástica, cenografia e figurinos Ana Seia de Matos . Conceção plástica digressão e fotografia Carolina Reis . Conceção e design dispositivo cénico Henrique Ralheta . Desenho de luz Jorge Ribeiro . Apoio espaço sonoro Ana Bento . Design gráfico Luís Belo . Registo e edição vídeo Tomás Pereira . Consultoria museológica Susana Medina . Produção executiva Paula Trepado e Susana Rocha . Criação Amarelo Silvestre . Coprodução Amarelo Silvestre, Teatro Viriato, Centro Cultural Vila Flor . Cofinanciamento Direcção-Geral das Artes (Apoio Pontual 2015) . Parceria As Casas do Visconde . Apoio Câmara Municipal de Nelas, Lusofinsa, Borgstena, Patinter .  Agradecimentos Chapelaria Confiança, Sapataria Custódio Domingos, Ourivesaria Lifon e Relojoaria Suíça (Viseu), Ourivesaria Joyarte, A Velocipédica, Ernesto Augusto dos Santos e Residencial Rossio (Canas de Senhorim); a todos os que contribuíram para este projecto, com histórias e objetos

duração aproximada: 90 min. | classificação etária: M/12

lotação limitada: 30 pax por apresentação