Edição 2019

Loading...

Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous

À sexta edição, o Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous transforma um triângulo num quadrilátero. Não é ilusionismo nem um truque de malabarismo. É o resultado de um trabalho profundo que o Teatro da Didascália tem desenvolvido ao longo dos últimos anos com as cidades de Braga, Famalicão e Guimarães, a que se junta agora a cidade de Barcelos, colocando esta grande malha urbana da região minhota a pensar de forma conjunta no circo contemporâneo. É um Festival que se fixa numa região composta por cidades com percursos culturais tão distintos, que abraça essa diversidade e a coloca a falar a uma só voz quando falamos de circo. É um Festival que acontece num contexto regional tão rico artisticamente, através dos seus agentes, equipamentos, património e eventos culturais, que se pode afirmar como o segundo polo cultural do país logo a seguir à capital. É um Festival que pelo contexto privilegiado em que se inscreve, não pode ficar alheio à construção de um programa artístico que esteja à altura dos elevados padrões de excelência sedimentados numa região cada vez mais cosmopolita. A programação que este ano apresentamos traduz tudo isto e muito mais, numa agenda repleta de propostas que espelham bem a frescura do que de melhor se tem produzido nacional e internacionalmente ao nível do circo contemporâneo.

Ao longo de quatro dias de uma intensa programação a decorrer em simultâneo nas 4 cidades, haverá muito para ver, ouvir e experimentar nas mais de 40 atividades públicas – 28 apresentações dos 13 espetáculos programados, dos quais 3 estreias absolutas e 6 estreias nacionais, e uma série de atividades paralelas composta por 3 oficinas de formação para o público em geral, 1 laboratório de criação para circo contemporâneo dirigido a estudantes e profissionais das artes performativas, 1 showcase dirigido a programadores nacionais e internacionais e 1 debate sobre as redes de cooperação artística.

A edição deste ano destaca-se pela sua diversidade. Um programa rico em latitudes e por uma renovada abordagem trazida ao circo contemporâneo promovido por estas diferentes geografias. Recebemos pela primeira vez a companhia de acrobatas australianos Gravity & Other Myths, que abre o Festival com o espetáculo ​A Simple Space​, e o espetáculo ​Sigma da companhia inglesa Gandini, que nos traz uma peça de malabarismo interpretada por malabaristas de origem inglesa e indiana, numa mistura cultural que cruza as danças tradicionais indianas com o malabarismo e que confirma a ideia de que o Brexit não é senão um grande equívoco.

Depois de na edição passada atribuirmos a nossa primeira Bolsa de Criação a Elvis Mendes, aluno finalista do INAC, este ano o Festival acolhe em estreia absoluta o seu primeiro espetáculo, resultado da bolsa de criação – ​Fábrica da Mentira​.

Atentos à crescente presença de profissionais que se deslocam à região durante o Festival, convidamos o encenador de circo Roberto Magro para dirigir um ​Laboratório de Criação para Circo Contemporâneo,​ que durante três dias irá partilhar a sua experiência numa ação de formação dirigida a artistas e estudantes de artes performativas.

Este ano até o Galo de Barcelos vai aparecer. Junte-se também a nós nesta festa do circo à minhota.

Bruno Martins | diretor artístico – Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous

 

Direção Artística
Bruno Martins

Programação e Direção Geral
Bruno Martins e Cláudia Berkeley

Direção de Produção
Marta Lima

Direção Técnica
Valter Alves

Coordenação Atividades Paralelas
Vera Santos

Assistência de Produção
Raquel Passos

Design Gráfico
Rui Verde

Fotografia e Vídeo
Os Fredericos

Assessoria de Imprensa
Central de Informação

Organização
Teatro da Didascália

Coprodução
Município de Barcelos, Município de Braga, Município de Guimarães, Município de Vila Nova de Famalicão

Faça aqui o download do programa em formato digital

Vídeo Promocional

Programação 2019