O CÃO QUE CORRE ATRÁS DE MIM (E O AVÔ ELÍSIO À JANELA)

May 20, 2018

CCJJ

This show is a portrait-memory of childhood written in four hands (two hands that do not stand still; another two that accompany and observe them), in which there is room for fear, risk, the street, a dog that barks (and maybe bite) and a grandfather at the window able to protect us from the corner of his eye.

 

“Kermit, why are you fucking?” Asked my grandfather Elísio.

 

“Because my name is Caco, Caco, Caco …”, I said to imitate the echo.

 

My name hurled against a mountain would break in a thousand pieces. I mean, in pieces. It may not be the most respectable name in the world. A name that is a piece of a broken thing. But it’s mine.

Ficha Técnica

Criação Filipe Caldeira 

Direção artística Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves 

Interpretação Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves 

Texto original Isabel Minhós Martins 

Apoio à dramaturgia Joclécio Azevedo . Cenografia Ana Guedes 

Apoio à cenografia Emanuel Santos 

Sonoplastia Rodrigo Malvar 

Voz Catarina Gonçalves 

Figurinos Jordann Santos 

Desenho e operação de luz Miguel Carneiro

Vídeo Teresa Pinto 

Apoio à residência Teatro do Frio; Companhia Instável 

Agradecimentos Seteventos; Escola Viva 

Produção Executiva e Difusão Circular Associação Cultural 

Coprodução Maria Matos Teatro Municipal e Teatro Municipal do Porto Rivoli Campo Alegre

Encomenda do Programa para Crianças e Jovens do Maria Matos Teatro Municipal

duração aproximada: 45 min | classificação etária: M/3

lotação limitada: 60 pax por apresentação